Porto Velho é candidata para receber parque temático dos Aliados da Amazônia

09/Abr/2019 - 10:19

Parque temático congrega os personagens criados por Stan Lee

Foi oficializada, nesta segunda-feira (8/4), a candidatura de Porto Velho no processo seletivo para instalação de um parque temático dos ‘Aliados da Amazônia (AA)’. O projeto é objeto do sonho de Stan Lee, criador de inúmeros super-heróis da Marvel, Homem Aranha, Vingadores, X-men, Hulk, entre outros. Antes de morrer, o autor propôs a montagem do parque, usando os personagens criados por ele e Gabriel Chalita como Aliados da Amazônia, para ajudar na preservação da floresta.

Para a candidatura da cidade, foram envolvidas a Secretaria Geral de Governo (SGG), a Secretaria Municipal de Integração (Semi) e as Subsecretarias Municipais de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Sema) e de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdestur).

De acordo com Augusto Branco, representantes do produtor de cinema Frederico Lapenda, presidente da Aliados da Amazônia no Brasil, no ano passado o cineasta esteve em Porto Velho e conheceu as potencialidades econômicas do estado de Rondônia.

A Prefeitura oferece uma série de vantagens para atrair investidores, mas pede compensações à cidade. O empreendimento deverá ser construído numa área de 15km², atraindo cerca de 12 milhões de pessoas/ano, gerando cerca de 10 mil empregos diretos e indiretos e injetando cerca de R$ 2 milhões na economia local. “O empreendimento vai criar um impacto econômico incrível e ter movimentação constante, contribuindo para que Porto Velho se torne a capital do turismo na Amazônia”, comentou Augusto Branco.

Segundo Euzébio Lopes Novais, subsecretário da Semdestur, o prefeito Hildon Chaves, com seu caráter empreendedor, entendeu a importância do Município fazer parte desta possibilidade, partindo do caráter geográfico, econômico e apresentação de contra-partidas. "Somos uma das cidades candidatas importantes para ganhar este empreendimento e estamos muito otimistas", salientou Novais.

Cronograma

Frederico Lapenda disse em vídeo que, agora será iniciada fase de avaliações e estudos de viabilidade econômica, estudo da área e de solo e dos variados agentes envolvidos na questão de Meio Ambiente e a resposta interna deve ocorrer em até 30 dias. O investimento na construção do parque temático na Amazônia não foi divulgado, mas a previsão de início das obras é o segundo semestre de 2020.

Comdecom