Iphan autoriza a construção de estação para abrigar Litorina

10/Abr/2019 - 10:24

Nesta semana, a Prefeitura de Porto Velho confirmou a autorização da instalação de uma cobertura provisória e removível (estação) para proteção da Litorina (trem em miniatura num só vagão, a motor). A autorização foi emitida pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

A Litorina vai percorrer um trecho de 2,3 Km de trilhos, no trecho entre o Museu Rondon e o antigo Casarão da Estrada de Ferro Madeira Mamoré (EFMM). De acordo com o titular da Subsecretaria Municipal de Indústria, Comércio, Turismo e Trabalho (Semdestur), Euzebio Lopes, os entraves burocráticos já foram superados. “Logo, estará tudo pronto para o passeio na Litorina, tendo a expectativa que seja dia 20 de abril a inauguração aos moradores e turistas”.

A coordenação das atividades será pela Associação dos Ferroviários da Estrada de Ferro Madeira Mamoré (Asfemm), que deverá cobrar uma taxa simbólica para o ‘tour’ dos usuários. Euzebio Lopes destacou a atenção especial à reativação do passeio também pela Fundação Cultural do Município (Funcultural), das Subsecretarias Municipais de Serviços Básicos (Semusb) e de Obras e Pavimentação (Suop) e de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, com a união de forças e trabalho para o resgate da importância histórica da Litorina. “Através dela, temos uma forma de fomentar o turismo local com a restauração do trecho que estava abandonado”, reiterou.

Apoio

A retomada da Litorina ocorre com o apoio de diversos órgãos como, por exemplo, o Governo do

Estado de Rondônia (Casa Civil, as Superintendências de Turismo e de Gestão dos Gastos Públicos

Administrativos), Exército Brasileiro e de populares voluntários.

Comdecom

logotipo da prefeitura de porto velho